Claudia Andujar e sua história através da fotografia

Ela teve o rumo de sua vida mudado ao longo dos anos quando percebeu que tinha um propósito maior e decidiu abraçá-lo sem pensar duas vezes. Suíça de nascença e criada no Brasil, Claudia Andujar sobreviveu ao Holocausto durante a Segunda Guerra Mundial e possuía uma carreira de sucesso como fotojornalista aos 40 anos.Claudia Andujar

Sua profissão trilhou um caminho diferente quando fotografou os índios ianomâmi em Roraima para a revista Realidade, cuja proposta da matéria era fazer um especial sobre a Amazônia e retratar o povo que ali vivia isoladamente. Esta não foi a primeira experiência com os nativos – aconselhada por Darcy Ribeiro, Claudia visitou a Ilha do Bananal em 1958 quando também fotografou os povos Karajá, Bororo, e Xikrin Kayapó, garantindo espaço de seu trabalho numa edição da revista Life.

Claudia Andujar

Tomada pela decisão de se envolver com a comunidade dali em diante, a história de Claudia fora marcada pelo militarismo político em defesa dos índios, produzindo um acervo que agora é tema da exposição “A luta Yanomami”. Em forma de retrospectiva e focada nas quase 300 fotos capturadas do povo indígena ameaçado de extinção, a mostra abrange dois andares do IMS Paulista, além de livros e documentos coletados sobre a trajetória da tribo em busca de sobrevivência. Afim de complementar arte e política, o projeto dá visibilidade aos aspectos pouco conhecidos do ativismo de Andujar através da luta pela demarcação de terras indígenas.

Claudia Andujar

Segundo o IMS, a seleção do material exposto é resultado da pesquisa de muitos anos realizada pelo curador Thyago Nogueira, coordenador da área de fotografia contemporânea do IMS, no acervo de mais de 40 mil imagens da artista. Vale lembrar que a relevância do evento marca também nosso contexto político atual, visto que alguns integrantes do governo Bolsonaro colocam em pauta a questão da política de isolamento dos povos indígenas.

Claudia Andujar

Programação:

15 de dezembro de 2018 a 7 de abril de 2019

Terças a domingos (exceto quintas), das 10h às 20h. Às quintas (exceto feriados), das 10h às 22h.

Galerias 2 e 3

Entrada gratuita
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Compartilhe:
Voltar para Categoria