A arte de Philippe Echaroux

A arte é algo que remete à liberdade de expressão;nos coloca em contato com o lúdico para que a realidade questionável faça sentido – ou não. Controlar as emoções nem sempre é tarefa fácil, e há quem diga que o momento de catarse nos purifica mentalmente. O francês Philippe Echaroux é fotógrafo e artista de rua que descobriu sua paixão pela fotografia em 2008 e, já no ano seguinte, conquistou o prêmio Internacional de Fotografia Dior. Antes de investir na carreira, ele atuava como assistente social em sua cidade natal, Marselha.

philippe-echaroux

Sua obra vem se destacando frequentemente com uma ideia considerada visionária no mundo da arte – ele decidiu criar um conceito chamado Street Art 2.0 com o projeto Pinturas com Luzes em 2014. A proposta é expressar-se através de projeções usando a tecnologia como ferramenta de trabalho. O primeiro local de trabalho escolhido para expor sua arte, foi na floresta amazônica. Este insight rendeu questionamentos acerca dos malefícios causados pelo desmatamento e diversos crimes que lá são praticados contra os povos indígenas.philippe-echaroux

Afim de evitar que qualquer lugar precisasse ser alterado para que o trabalho fosse reproduzidos, Philippe decidiu utilizar a própria floresta como pano de fundo e, logo de cara, exibiu projeções dos rostos de membros da tribo Suruí – também vítimas das irrefreáveis devastações que atraem exploradores de ouro na região e mais conhecidos nos estados de Mato Grosso e Rondônia. Vítimas de mineradores e da exploração madeireira, o território Suruí vem sendo violado sem hesitação e o povo que lá vive reforça o dever acerca da conscientização sobre tal exploração gananciosa que, por sua vez, também coloca em risco a vida dos habitantes.philippe-echaroux

É notável que o conceito artístico de sua obra valida a forte ligação entre a natureza e seus nativos, deixando clara a necessidade de prevenção ambiental.

Confira abaixo um vídeo do making-of do projeto:

Compartilhe:
Voltar para Categoria