5 dicas para criar seu cachepot

Não é novidade que as plantas trazem inúmeros benefícios para a saúde e qualidade de vida, e isso pode estar mais presente no nosso dia a dia se optarmos cultivá-las em casa também. Dão um toque especial à decoração, trazem um aroma inconfundível e promovem bem-estar. Atualmente, os cachepots tem tomado conta das decorações em ambientes internos e externos, agregando valor ao cantinho – ele serve para salas, quartos, banheiros, cozinhas, escritórios, jardins, etc. De origem francesa, a palavra representa basicamente um recipiente de diferentes materiais/tamanhos que armazena vasos de flores ou plantas a fim de serem cuidadas de forma prática e coletiva. Uma das partes mais legais na hora de aderir ao item, é usar a criatividade e produzir seu próprio cachepot – e, de quebra, dá um ar artesanal e charmoso ao ambiente. Pode ser feito de madeira, cipó, fibras naturais, cerâmica ou até barro. Quer aprender? Nós trouxemos 5 dicas para criar seu cachepot 😉

1 – Faça você mesmo

Esta é uma das ideias mais criativas, práticas e relativamente baratas. Você pode escolher uma latinha do tamanho desejado que se adeque ao seu vasinho e ainda usar spray para pintá-la com a sua cor favorita. Basta cortá-la, de maneira segura, à altura do seu gosto e decorá-la com os prendedores ao redor. Dê toda a volta até que preencham a latinha e voilà: está pronto.

Quando feito com latinhas menores de ração ou refresco, podem servir para decorar de forma delicada sob móveis pela casa, jardim ou lavatórios.

2 – Cachepot de madeira

– Um vaso à sua escolha com aproximadamente 30cm de diâmetro;
– 12 ripas de madeira com 3cm de espessura e 33cm de comprimento;
– Cola de madeira;
– Preguinhos.

Com as ripas de madeira, faça dois quadrados, como se fossem molduras para servirem de base e borda do cachepot. Passe cola na extremidade de uma das ripas e junte uma lateral na outra. Faça com que a estrutura fique mais forte e segura usando os preguinhos. Repita o procedimento até fechar o quadrado. Cuidadosamente, una os quadrados às quatro ripas que sobrarem a fim de dar um efeito vazado. Depois encaixe o vaso conforme as medidas mencionadas anteriormente e escolher o local desejado para decorar.

Nossa dica é que seja colocado naquele cantinho da sala. Em dias mais quentes, a plantinha trará um frescor ímpar 😉

3 – Cachepot em tecido

– Tesoura;
– Martelo;
– Pedaços de cordas;
– Plástico forro;
– Ilhós;
– Tecido estampado da sua preferência.

Passo a passo:

– Coloque o tecido em cima do plástico forro e corte um retângulo de 18 cm de altura e 30 cm de largura;
– Costure os dois tecidos juntos;
– Você deve ter uma forma de cilindro aberto com o seu tecido interior virado para fora;
– Corte em círculo o tecido de sarja e costure no fundo do cilindro já feito com os tecidos;
– Use os ilhós e uma caneta para traçar, onde você deseja colocar eles. Use a tesoura e corte na marca da caneta, e em seguida, instale os ilhós nos dois lados;
– Faça uma borda dobrando a parte superior do tecido (à medida que você quiser), se quiser um cachepot maior, dobre menos. Caso contrário, dobre mais;
– Coloque as cordinhas por dentro dos ilhós. Para finalizar faça um nó para prender bem as cordas.

Apesar de simples, este modelo pode ser usado em escritórios. Ele contribui para harmonização do ambiente e é super charmoso. Você só precisa usar a criatividade e escolher um tecido que combine com o restante dos itens 😉

4 – Cachepot de Cimento

Para o molde:

– Garrafa plástica;
– Uma caneta marcador;
– Tesoura e estilete;
– Fita adesiva;
– Canudinho;
– Óleo ou vaselina para untar o molde.

Para a mistura da multimassa:

– Multimassa;
– Luvas para proteger suas mãos;
– Um recipiente onde você possa misturar essa massa;
– Água;
– Alguma coisa para você mexer a massa.

Se você não achar a multimassa pronta, dá pra fazer com cimento e areia. Algumas lojas até vendem meio saco de cimento e sacos de areia, que custam, geralmente, menos de R$20,00.

Em um recipiente apropriado, misture uma parte de cimento para uma a duas partes de areia. Adicione água aos pouquinhos, sempre misturando, até ficar uma pasta não muito dura nem muito líquida. Se jogar água de uma vez só, pode passar do ponto e deixar a massa muito líquida.

Para o acabamento:

– Tinta (acho que a caneta marcador também funciona);
– Pincel;
– Terra para plantar;
– Plantas.

Preparo:

– Se você quiser fazer a gambiarra acima para marcar seu molde, é só prender um clip em um imã forte e colá-lo na geladeira. Em seguida, é só rodar a garrafa que a linha sairá perfeita! Mas se sua mão for firme, você pode fazer isso a mão livre mesmo;
– Depois de marcada, comece a cortar a garrafa com o estilete e depois termine com a tesoura. Em seguida, retire o bico da ponta ponta da garrafa, conforme indicado na foto;
– Corte, então, uma tira que seja mais ou menos um dedo mais baixa do que a parte da ponta que você cortou;
– Enrole a tira até que se encaixe no furo menor do seu molde. Deixe a tira desenrolar para que fique do tamanho desse buraco menor e, em seguida, cole com fita adesiva;
– Repare que a tira não passa da altura do buraco maior. Ali vai ser o fundo do seu vaso;
– Agora, passe a fita adesiva em todo o cilindro que a tira formou e feche o fundo, como mostra a figura;
– Faça um furinho e passe o canudo por ali. Esse furinho vai ser o dreno, para que a água não de acumule dentro do vaso. Agora, unte bem o seu molde na parte onde você vai colocar a mistura de cimento;
– Você não vai precisar do saco todo de multimassa, contudo, olhe na instrução do produto a quantidade de água a ser utilizada para a sua mistura. Você pode misturar tudo isso em um balde com a ajuda de uma pazinha de jardim. Coloque a massa aos poucos no molde, dando leve batidinhas para evitar as bolhas de ar (exatamente como você faz com a forma com massa de bolo). Lembre-se das luvas, pois o cimento acaba com as mãos;
– Deixe o cimento secar conforme diz a embalagem. Se você usou a mistura de cimento e areia, deixe secar por 24h. Durante a secagem, você pode borrifar um pouco de água, para a cura dessa massa. Depois de retirar os vasinhos do molde, coloque-os em uma mistura de água e vinagre do dia para a noite, para neutralizar a mistura;
– Pinte as carinhas com a tinta ou desenhe com sua caneta marcador;
– Encha com terra e plante a plantinha que você escolheu para o cabelinho! 🙂

Por se tratar de cimento, nossa dica é usá-lo para decorar ambientes externos como jardins, varandas e quintais 😉

5 – Caixa de papelão

– Caixa de papelão;
– Cola quente;
– Papel EVA;
– Tesoura.

Preparo:

– Recorte todas as abas da caixa, deixando-a destampada;
– Coloque a caixa deitada sobre o papel EVA e marque com lápis e régua as medidas de todas as laterais da caixa, deixando 2cm a mais na parte aberta, onde retiramos as abas;
– Recorte o formato demarcado e meça sobre a lateral da caixa de panetone. Se estiver correto, utilize a mesma forma para as demais laterais traçando sobre o EVA as dimensões;
– Coloque a caixa em pé, trace no papel a medida do fundo e recorte também;
– Para garantir um melhor acabamento, espalhe a cola quente por todas as bordas da caixa e cole cada lateral recortada e o fundo. Com a sobra de 2cm a mais que foi deixada para a abertura, vire para dentro da caixa fazendo uma espécie de borda.

Está pronto 🙂 Este modelo pode ser aplicado em diversos lugares, mas por se tratar de papel, é legal reservar um local na escrivaninha pra ele 😉

Compartilhe:
Voltar para Categoria